Dia Mundial do Hambúrguer: Comemore muito!

Atualizado: Mai 29

Consumido em praticamente todo o mundo, o hambúrguer tem feito sucesso durante várias gerações e tem se reinventado desde a sua criação. Sua história pode ter vários relatos e mitos, pois antes dele ser inventado já existia a produção separada de seus principais ingredientes: pão e carne moída. Para que você entenda um pouco melhor, confira com a gente!


História: onde tudo começou

Muito se fala que sua origem foi no século XIX nos Estados Unidos, por imigrantes alemães embarcados em Hamburgo, grande cidade portuária da Alemanha. Os primeiros consumidores foram marinheiros, que colocavam pedaços de carne entre duas fatias de pão, pois precisavam se alimentar de algo rapidamente durante o trabalho árduo.


Mas o grande marco foi no século XX, onde as lanchonetes americanas começaram a surgir e produzirem este alimento. Em 1904, durante a feira mundial em Saint Louis, capital de Missouri nos Estados Unidos o hambúrguer foi apresentado aos americanos e se tornou uma iguaria.


Sua popularidade aumentou ainda mais no decorrer dos anos e a primeira franquia de lanchonetes surgiu em 1921, a White Castle, fundada por Walt A. Anderson e Billy Ingram em Wichita, Kansas, local onde eles comercializavam hambúrgueres cozidos a vapor e cebola, com um preço bastante acessível, por apenas 5 centavos de dólar (U$ 0,05).


Figura 1: Uma das primeiras lanchonetes da franquia White Castle.


As primeiras lanchonetes eram pequenas, onde os clientes sentavam no balcão. Estes lugares tinham poucos funcionários que faziam de tudo ao mesmo tempo, desde o preparo dos hambúrgueres até o registro das vendas.


Em 1921, Jesse G. Kirby e Rueben W. Jackson abriram o Pig Stand, primeiro drive-in da América, em Dallas,Texas. Os drive-ins eram pátios de estacionamento grandes e de fácil acesso que substituíram a pequena área de serviços das lanchonetes, onde as pessoas iam de carro e eram atendidos por garçonetes que anos mais tarde, usavam até patins para facilitar seu deslocamento entre os carros.


Figura 2: Garçonetes trabalhando em um drive-in.


No Brasil, o fast-food surgiu no início na década de 50 no Distrito Federal, quando o ex-tenista americano Robert Falkenburg, em 1951 abriu a Sorveteria Falkenburg, que fabricava o sorvete em máquinas vindas dos Estados Unidos. Esse seria o início da rede Bob’s no Brasil.


Com o apoio e incentivo dos amigos Bob, como era chamado Robert, abriu a primeira loja Bob’s, na Rua Domingos Ferreira em Copacabana, lançando no Brasil o tradicional hambúrguer, além de outros produtos tradicionais da terra do Tio Sam como o hot-dog, milk-shake e sundae.


Figura 3: Lanchonete do Bob’s na década de 90.


Desde então, esse alimento tão aclamado vem sido reinventado durante todo seu percurso histórico, sendo diversificado para atender a todos os públicos! Mas quais foram essas reinvenções?


Definição e inovações


Sua formulação pode variar de acordo com cada estabelecimento, onde o chef ou o responsável pela produção usa e abusa da sua criatividade. Mas existe um regulamento técnico que define o conceito legal de hambúrguer. Neste documento ele define que: "Entende-se por Hambúrguer o produto cárneo industrializado obtido da carne moída dos animais de açougue, adicionado ou não de tecido adiposo e ingredientes, moldado e submetido a processo tecnológico adequado. "


O hambúrguer foi aprimorado de inúmeras maneiras, sendo com o uso de temperos sofisticados, recheios ou o uso de carnes nobres. Várias mudanças foram feitas e uma delas foi a de “planted based”. Você conhece essa tendência de mercado?


Diferentemente do veganismo ou vegetarianismo, não há a necessidade da remoção inteira de alimentos de origem animal, porém, seu foco está em plantas, verduras, grãos, sementes e entre outros, como base da alimentação.


Confira aqui: “Plant based diet: novo conceito de alimentação



Figura 4: Hambúrguer de planted based.



Por ser uma tendência recente, não há ainda uma legislação vigente para esse tipo de produto no Brasil, porém há órgãos, como a Embrapa, que já estão fazendo formulações para esse novo tipo de hambúrguer e já sendo comercializado, feito de fibra de caju e proteína de soja, e que foi muito bem aceito pelo público.


Saiba mais:Embrapa desenvolve versão de hambúrguer sem carne


Se você chegou até aqui, temos uma dica de um filme que está relacionado ao nosso artigo e que foi muito comentado quando lançado. Trata-se do The Founder (Fome de Poder) que conta a história da ascensão do McDonald’s, que atualmente é a maior rede de fast food do mundo.


Figura 5: Filme The Founder, 2017.



Para receber mais conteúdos como esse e se manter atualizado, cadastre-se em nossa newsletter logo abaixo.


©2019 by Consea Jr.. Proudly created with Wix.com